O Estado da Qualidade do Ar no Brasil

Comprometimento, Ipojucatur, Meio Ambiente, Qualidade

Quem conhece a Ipojucatur sabe, o tema sustentabilidade é uma prioridade para a empresa. Se o transporte coletivo já traz vantagens ambientais ao contribuir para a diminuição do excesso de veículos de passeio nas ruas, as companhias de ônibus dizem que podem fazer mais. E podemos!

Esse ano foi realizada uma pesquisa sob coordenação do WRI Brasil e contou com a participação de 14 especialistas do Conselho Internacional de Transporte Limpo Brasil (ICCT Brasil). O objetivo da pesquisa foi sistematizar e analisar o atual cenário sobre qualidade do ar no Brasil e apontar os principais causadores e os caminhos possíveis para o país avançar no controle da poluição atmosférica.

A poluição atmosférica consiste em um problema de extrema relevância para o Brasil que impacta em inúmeros setores da economia. A poluição do ar afeta negativamente a economia brasileira devido à queda de produtividade de trabalhadores, a mortes prematuras, às limitações para a aquisição de habilidades cognitivas relevantes para educação e a perdas na produtividade agrícola.

No setor de transporte, os modos rodoviários são os principais responsáveis pela poluição local, considerando o transporte de carga e de passageiros, por caminhões e automóveis.

Para reduzir as emissões desse setor, são necessários avanços tecnológicos em veículos e combustíveis, assim como estratégias e políticas robustas de planejamento territorial e de logística, minorando a dependência sobre esses modos. Os setores industrial e de transportes são importantes emissores de poluentes no país devido à queima de combustíveis fósseis.

A tecnologia do material rodante, a organização do tráfego urbano, o ordenamento do uso do solo e a política de transporte são alguns dos fatores determinantes na emissão de poluentes do transporte rodoviário (Cetesb, 2020a). Nesse sentido, estratégias de controle de emissões do setor devem abranger políticas que promovam modais mais eficientes e de menor impacto, o uso de combustíveis mais limpos e tecnologias veiculares mais eficientes.

Segundo a OMS e a OPAS, as principais associações que afetam o maior número de pessoas são: doenças pulmonares (mais de 50% dos casos de pneumonia em crianças); doenças cardiovasculares e acidentes vasculares cerebrais; disposição ao câncer e ao diabetes; prejuízo do desenvolvimento cognitivo em crianças e demência em idosos.

Os benefícios econômicos e sobre a saúde promovidos pela redução da poluição do ar são grandes. Medidas como a adoção de transporte com baixas emissões nas grandes cidades trazem benefícios secundários à economia urbana.

Além de mensurar a emissão de poluentes, nós da Ipojucatur entramos em uma contrapartida ambiental, conservando uma área de mata, a Green Farm CO2 Free, responsável por gerar estoque de carbono. É uma compensação ambiental. A empresa supervisiona os levantamentos das emissões de gases, buscando a redução, e quando possível neutralização, dos gases nocivos.

Hoje, 100% das emissões poluentes geradas pela Ipojucatur são neutralizadas.

Leia a matéria completa em: https://www.mobilize.org.br/estudos/437/o-estado-da-qualidade-do-ar-no-brasil.html


Entre em contato: 📞 (11) 3217-6000